jump to navigation

O Fluido Cerebrospinal

O fluido cerebrospinal, também chamado de liquido cefalorraquidiano, ou simplesmente liquor, e’ uma substancia aquosa transparente produzida através de um processo de filtração e secreção em cavidades dentro do cérebro chamadas de ventrículos.

Ele possui uma composição diferente do sangue, apropriada para manter o delicado equilíbrio químico do sistema nervoso central que nele está imerso. Tem a função de proteger o cérebro e a medula espinhal contra choques mecânicos e químicos, fornecendo-lhes ainda nutrição e propiciando a eliminação de toxinas.

O liquor circula ao redor do sistema nervoso central, entre as meninges e está presente em pequenas quantidades no corpo inteiro. Todas as funções mediadas pelo sistema nervoso central dependem do fornecimento adequado deste liquor. Se a fisiologia do liquido cerebrospinal estiver alterada, o funcionamento do sistema nervoso central pode ser afetado com prejuízos na saúde do corpo todo.

Dr. Sutherland, pai da osteopatia craniana, considerava o liquor como “luz liquida” que carrega a energia da vida, conferindo a ele propriedades curativas distintas: “O liquor e’ o ponto de encontro entre o sopro da vida e o corpo, e’ onde o físico e o espiritual se unem, a essência que conduz o principio de vida pelo corpo, como a seiva vital em uma arvore.”

Dr. Randolph Stone descreveu o liquido cerebrospinal como um campo de reserva e conversor de energia de luz ultrassônica: “Através desta essência neutra, a mente funciona na matéria e através dela, como a luz da inteligência”.

O físico nuclear Dr.R T. Lustig diz: “Através da física nuclear estamos apenas tendo uma pequena visão do que e’ realmente o liquido cerebrospinal… um mecanismo vital que permite influências poderosas sobre a fisiologia humana…”

A circulação do liquor produz um movimento rítmico como as marés. Este ritmo pode ser percebido através de palpação, como se fosse um tipo de inspiração e expiração, em todas as partes do corpo. A qualidade deste ritmo serve como base de diagnóstico de como a saúde está se expressando nos níveis físico, emocional e mental. Facilitar e promover o movimento livre e irrestrito do liquor e’ um fator principal na manutenção e recuperação da saúde.

A terapia craniosacral procura restaurar uma movimentação equilibrada do ritmo craniosacral através de toques e manipulações suaves, ouvindo as mensagens do corpo como um todo, respeitando os seus limites e ajudando no encontro da saúde essencial de cada individuo.

Acreditando na qualidade inata do corpo de autocura e auto-regulação, a terapia craniosacral procura facilitar a emergência da saúde e do bem-estar, liberando padrões de inércia que possam estar impedindo o livre fluir do liquor. Estes locais de inércia podem dar origem a sintomas disfuncionais de dores, tensões, fobias, stress e doenças diversas.

Segundo Dr. Still, criador da osteopatia: “o fluido cefalorraquidiano e’ o mais alto elemento contido no corpo humano, e a menos que o cérebro forneça este fluido em abundancia, haverá alguma condição defeituosa no corpo. Aquele que pensa, verá que este grandioso rio da vida deve ser desbloqueado e os campos secos devem ser irrigados imediatamente, ou a colheita da saúde estará perdida para sempre”.

fonte: Aziza( Dra. Lurica Noguchi, CD), professora de Terapia de Integração Craniossacral

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Daniela Rossi

astrologia e terapias transpessoais

%d blogueiros gostam disto: