jump to navigation

Os Três Reis Magos

Segundo a tradição, os Reis Magos eram três: Gaspar, cujo nome significa “Aquele que vai inspecionar”; Melchior, que quer dizer: “Meu Rei é luz”; e Baltasar, que se traduz por: “Deus manifesta o Rei”.

Os Reis Magos só são mencionados em apenas um dos quatro evangelhos, o de Mateus. Nos 12 versículos em que trata do assunto, Mateus não especifica o número deles. Sabe-se apenas que eram mais de um, porque a citação está no plural – e não há nenhuma menção de que eram reis.

Cerca de 800 anos depois do nascimento de Jesus, eles foram associados a regiões do mundo antigo: Melchior, rei da Pérsia; Gaspar, rei da Índia; e Baltazar, rei da Arábia. Em hebreu, esses nomes significavam “rei da luz” (melichior), “o branco” (gathaspa) e “senhor dos tesouros” (bithisarea).

De qualquer forma, a tradição permaneceu viva e foi apenas no século III que eles receberam o título de reis – provavelmente como uma maneira de confirmar a profecia contida no Salmo 72: “Todos os reis hão de adorá-lo”.

O fato relevante é que a palavra mago deriva do latim magus e do grego mágos e significa sábio e sacerdote da Persia. Os Mágoi, ou Magos, faziam parte de uma casta sacerdotal detentora de todas as ciências, inclusive as ocultas. Dedicavam-se ao estudo da Astrologia e Astronomia. Tratavam-se de sacerdotes da religião zoroástrica e teriam ligação com Balaão, contemporâneo de Moisés (Números 24:17).

Tudo indica que os Magos eram astrólogos, já que seguiam estrelas e faziam cálculos para saber dia e local onde ocorreria o nascimento de Jesus, marcando o advento e o início de uma Nova Era: a Era de Peixes. A Estrela de Belém, tão mencionada nas escrituras, pode ter sido um alinhamento planetário entre Júpiter, Saturno e Marte, representando simbolicamente os três povos conhecidos: o branco (Júpiter) representado por Melchior, o negro (Saturno), representado por Baltazar, e o amarelo, asiático (Marte), Gaspar.

Esse alinhamento deve ter acontecido no signo de Peixes, no mesmo período em que tinha início a Era de Peixes, a era Cristã, marcada pelo nascimento de Jesus e pelo posicionamento do Equinócio a 0º da constelação de Peixes. Esse fenômeno celeste aconteceu por volta do ano 6 a.C., já que se sabe que o nascimento de Jesus pode ter ocorrido de 6 a 7 anos antes do inicio do nosso calendário, que passou por várias reformas e ajustes.

A Astrologia nesse período tinha um papel muito importante no oriente médio, por isso seria natural associar um evento celeste ao nascimento de Jesus, assim como se associou um eclipse à morte de Herodes e um cometa ao assassinato de Júlio César em 44 a.C. Estrelas em movimento ou cadentes pressagiavam a morte de grandes homens ou nascimento de deuses, como Agni, Buda e Cristo.

Foi Johannes Kepler, Astrólogo, astrônomo e matemático que, em 17 de dezembro de 1603, na cidade de Praga, fez as primeiras associações astronômicas à Estrela de Belém. Ele estava observando em seu simples telescópio a conjunção de Júpiter e Saturno na constelação de Peixes. Essa conjunção fazia com que os dois planetas somassem seus brilhos e parecessem com uma nova estrela, muito brilhante. Sendo um homem estudioso e postulante a pastor, Kepler lembrou-se do que havia lido num texto do Rabino Abravanel (1437-1508): os Astrólogos judeus diziam que quando Saturno fizesse conjunção com Júpiter em Peixes o Messias viria. Isto porque sabiam, e os Magos também, que a constelação de Peixes era conhecida como Casa de Israel, era o signo do Messias e sinal do fim dos tempos. Júpiter era a estrela real da casa de Davi e do príncipe do mundo e Saturno, a estrela protetora de Israel, da Palestina no oriente. Assim, eles compreenderam, por meio dos significados astrológicos da constelação e dos planetas envolvidos, que o Senhor do final dos tempos havia nascido.

Essa conjunção durou cinco meses durante o ano 7 a.C. – provável ano efetivo de nascimento de Jesus – de 29 de maio a 08 de junho, de 26 de setembro a 6 de outubro e de 05 a 15 de dezembro e pôde ser vista com grande nitidez e claridade na região do Mediterrâneo. Kepler julgou ter encontrado a Estrela de Belém, mas não levou o assunto adiante…

Foi apenas em 1925 que esse tema voltou a ser estudado. O estudioso alemão Paul Schnabel encontrou registros dessa conjunção em tabuinhas de argila datadas da antiga Babilônia e do período neo-babilônico. Essas pequenas tábuas estão em escrita cuneiforme e são registros astrológicos da antiga Escola de Astrologia de Sippar (Zimbir em sumério, Sippar em assírio-babilônio), atual sítio arqueológico de duas antigas cidades da baixa Mesopotâmia, separadas por apenas sete quilômetros na Babilônia, atual Iraque. Escavações realizadas no final do séc. XIX encontraram ainda os restos de um templo e um zigurate dedicado a Shamash – deus solar, e Ebabbar – o antigo escriba da Escola de Astrologia. Atualmente, essas tabuinhas se encontram no Museu de Berlim, Alemanha.

Chegando ao local onde estava o menino Jesus, meses depois de seu nascimento, os magos abriram seus cofres e entregaram grande quantidade de presentes aos pais, Maria e José. Em seguida, cada um deles entregou uma moeda de ouro como presente para Jesus. O primeiro mago o presenteou com ouro, o segundo com incenso e o terceiro, com mirra, para reafirmar a natureza nobre, a realeza de Jesus. Desde o início dos tempos o ouro é um dos artigos mais valiosos para a humanidade. O incenso aromático era o símbolo da função sacerdotal que Jesus viria a desempenhar e a mirra simbolizava o alívio das dores que Ele sofreria em sua crucificação. No ritual da Antigüidade, ouro era o presente para um rei. Incenso, para um religioso e Mirra, para um profeta. A mirra era usada para embalsamar corpos e, simbolicamente, representava a imortalidade.

Quem hoje visitar a Catedral de Colônia, na Alemanha, será informado de que ali repousam os restos dos 3 Reis Magos. De acordo com uma tradição medieval, os magos teriam se reencontrado quase 50 anos depois do primeiro Natal, em Sewa, uma cidade da Turquia, onde viriam a falecer. Mais tarde, seus corpos teriam sido levados para Milão, na Itália, onde permaneceram até o século 12, quando o imperador germânico Frederico dominou a cidade e trasladou as urnas mortuárias para Colônia.

De qualquer modo os Reis buscavam nas estrelas um caminho para o novo tempo, uma nova era de esperança e fé.

No dia 6 de Janeiro, dia dedicado aos Reis Magos, também marcado como o Dia do Astrólogo, vamos nos dirigir para um novo tempo, olhando para o futuro com mais otimismo e alegria, recebendo as bênçãos do céu que vieram nos lembrar de nossa principal missão neste Planeta: Conheça-te e ame ao próximo como a ti mesmo!!

Fonte:  Patricia Valente e Miniweb educação

No Dia dos Reis Magos acender 3 velas na entrada da casa, na parte de dentro, e ler o Salmo 72


Comentários»

1. Isabella Iris - 22/08/2011

gostei muito do texto!!! tirou-me algumas dúvidas sobre o nascimento de Jesus.

agradecida

Isabella

2. tatiana Faria - 06/01/2013

eu ameiiiiiiiiii e faço todos os anos… Deus..nos abençoando com a nova era do amor!!!!!!!!!!!!

3. Wellington Purcino - 22/04/2013

Muito bom, esclareceu alguma dúvidas a respeito dos 3 reis magos, esta me ajudando a prossiguir com meu livro sobre Jesus.

4. Iranilda Adlinari - 18/05/2013

Muitoo Bomm*

5. Maria Luiza César Cardia - 16/11/2013

Adorei,completou algumas indagações próprias.

6. Douglas farias de morais - 07/12/2013

Muito bom o texto, seria bom citar as referências para aprofundamento das pesquisas

7. Maria Cristine Pinheiro Rosseto - 07/12/2013

Como é bom sempre aprender mais … a astrologia é linda !!!

8. JUnior D'Angelo - 25/12/2013

Amei o texto! Lindo trabalho!

Dani Rossi - 02/01/2014

Agradecida Junior!! Um feliz 2014 pra vc!!

9. Antonieta Moura - 02/01/2014

Gosto da astrologia.

10. patricia ferreira - 03/01/2014

chara adorei o texto.

11. Luciana - 05/01/2014

Gostei muito vou fazer tudo em nome de uma nova era de Amor e Paz, qual a cor da vela ??

12. nelson leite de souza - 06/01/2014

que sabedoria eu adoro tudo isso,nao podemos nos esquecer de agradecer neste dia 06. grande abraco nelson-pinhais;pr

13. Mara Lucia Miron - 06/01/2014

FELIZ DIA DE SANTO REIS!!!!

14. carla regina - 06/01/2014

Lindo texto, e por sorte tive a honra de nascer nesse dia! Protegida por 3 reis! Muito bom!

15. margarida - 06/01/2014

eu queria era a música…

16. C V R - 06/01/2014

OK. Parabens !!! “Tenha em mente que em torno de você centenas, se não milhares, estão buscando o caminho que você encontrou.

17. leda maia - 06/01/2014

Tenho muita fé nos tres reis magos gostei muito da publicação.

18. José Augusto Franco Coelho - 12/03/2014

Jamais, em tempo algum, tive oportunidade de absorver tantas e tão relevantes informações sobre esses três ainda misteriosos personagens!!! Sou pesquisador do esoterismo há exatos 33 anos, e mesmo tendo a deliciosa sensação de “estar andando em círculos”, sinto que leituras como esta são muitíssimo bem recebidas pela minha alma!!! Hoje já não tenho a menor dúvida de que somente através do esoterismo é que teremos acesso á “caixa preta do Universo”!!!

Dani Rossi - 06/01/2015

Fico muito feliz que tenha aproveitado desta leitura José Augusto! É sempre um prazer trocar conhecimentos. Abraço e feliz dia de Reis!

19. Valleria - 14/04/2014

Gostei mto mim ajudou bastante.Agora posso fazer um resumo.

20. jalile kadri - 29/05/2014

Adorei: Parabéns.Não sabia que cada um eram de países diferentes.
Jalile

21. lucas - 15/06/2014

Otimo esclareceu tudo

22. wendell ferreira da silva - 01/08/2014

se eles eram estudiosos de ciencias ocultas eles pertenciam a alguma ordem secreta.

23. mayre - 23/10/2014

Muito bom!!!

24. Elizete - 04/01/2015

Adorei este texto, agora vou ler mais para entender melhor.
E feliz 2015.

25. Neusa - 06/01/2015

Gostei muito de saber quem eram os 3 reis magos e como tenho muita fé vou fazer um pedido e se alcançar a graça,no ano que vem vou distribuir coisas pra comer e beber de graça na minha loja..Neusa

26. gesilane - 06/01/2015

historia linda

27. Oiamita Moreira - 07/01/2015

jAmei o texto,me esclareceu dúvidas e, aprendi bastante ,pena que só hoje que li,não dá mais para acender as velas,mas ano que vem acenderei.Oiamita Moreira

28. Paulo Cezar - 10/02/2015

Estava estudando para uma prova de gastrologia, um pouco disperso quando surgiu uma grande duvida a respeito do nome dos 3 reis magos. Eu só lembrava do baltazar e do melchior mas não consegui lembrar de jeito nenhum o nome do primeiro. Agora já sei e posso seguir com minha vida! obrigado criador do site.

29. leni fatima macedo - 27/07/2015

28 fatima 27/07/2015

interessante este comentário e bem esclarecedor, dia 6 de janeiro sempre acendo um insenso e coloco uma peça de outro e no lugar da mirra ,pois não sei onde encontrar coloco oleo de oliva, enquando desmanho a árvore de natal,tudo isto em homenagem aos reis magos., mas ano que vem acenderei as velas.

30. Valmir Aguiar - 03/11/2015

Linda história com um conteúdo bem explicado.
Sou grato pela sua dedicação e transparência neste estudo.
Forte abraço!
Valmir Aguiar

Dani Rossi - 03/11/2015

Fico feliz que tenha gostado Valmir! Abraço carinhoso

31. gaspar Canuto Vieira - 09/12/2015

parabéns pelas informações pois além de meu nome ser Gaspar meu pai era folião de Reis. Obrigado pelo seu trabalho bonito.

Dani Rossi - 02/01/2016

Obrigada Gaspar!!
Venha celebrar conosco no proximo dia 06, homenageando a todos os Magos da humanidade!
Abraço carinhoso

32. Enilda carvalho. - 05/01/2016

Amei o documentário.e entendi o significado dos 3 Reis Magos.E tirei as dúvidas.Feliz Dias de Reis..

33. Tereza Maria Meneguini Ribeiro. - 06/01/2016

Gostei muito,apesar de ter feito Teologia,muitas dúvidas foram esclarecidas !!!

Dani Rossi - 11/01/2016

Que bom Tereza!! Adoro esclarecimentos históricos, destituídos de dogmas ou julgamentos…

34. Ângela Valéria Millá - 06/01/2016

Adorei o texto, foi muito bom, para entender melhor a verdadeira história dos 3 Reis Magos… Tirei todas as dúvidas. Muito obrigada

Dani Rossi - 11/01/2016

Fico feliz em colaborar querida!! Abraço estrelado

35. Reinaldo - 06/01/2016

Reinaldo. 06/01/2016,- gostei so assim fiquei sabendo o significado dos tres Reis magos, eu sou abençoado por nascer no dia de Reis.

36. Ana - 03/02/2016

Muito bom, desta forma fiquei sabendo da historia dos três Reis Magos, obrigada pela informação… daqui pra frente quando puder toca no assunto vou relatar para muitos….. muito legal e bastante para repensar em algumas problemáticas da vida.

Dani Rossi - 06/02/2016

🙂


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Daniela Rossi

astrologia e terapias transpessoais

%d blogueiros gostam disto: